Sábado, 23 Fevereiro 2019 | Login
COPA DA RÚSSIA: Petistas vão torcer para a Argentina?

COPA DA RÚSSIA: Petistas vão torcer para a Argentina? Featured

Por Renato Ferreira - 

 

É incrível mesmo o papel da militância política, quando o assunto envolve política e futebol em época da Copa do Mundo. Para não torcerem para o governo de plantão, parte da militância de oposição acaba perdendo até mesmo a paixão pela Seleção Brasileira.

A julgar por algumas ruas pintadas com as cores da Argentina e postagens nas redes sociais, nesta Copa da Rússia, os petistas chegam ao extremo e afirmam que vão torcer para o rival time da Argentina, tudo por causa do governo Temer. Medida que chega a ser grotesca, até porque o Temer, que é bi-vice da Dilma, deveria estar preso ao lado do Lula.

Brasileiros argentinos

Mas, esse negócio de torcer contra a Seleção Brasileira por causa de política não é "privilégio" petista. Também os tucanos torciam contra só para dizer que os petistas usavam o futebol para enganar o povo. O discurso de hoje é o mesmo.

Governos "pé frio"

No entanto, resgatando a história da Política X Futebol, verificamos que os governos petistas - de Lula e Dilma - foram os maiores pé frios. Com eles no Palácio do Planalto, a Seleção Brasileira jamais ganhou uma Copa. E mais: Foi no governo Dilma, na Copa de 2014, que o Brasil passou pelo seu maior vexame dentro decampo ao perder por 7 a 1 para a Alemanha, em pleno Mineirão.

FHC é pé quente

Ruas com as cores do Brasil

Já o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso(PSDB) pode ser considerado pé quente. Com ele na Presidência,o Brasil conquistou dois títulos mundiais.

Durante a História das Copas, o Brasil foi campeão com os governos Juscelino Kubitschek, João Goulart, Ditadura Militar e FHC. Fomos campeões em 1958 (JK), bicampeões em 1962 (Goulart); tricampeões em 1970 (Militares); tetracampeões em 1994 (FHC), e pentacampeões em 2002, último governo do tucano Fernando Henrique Cardoso. (Renato Ferreira)

 
RETIFICAÇÃO
Atualizado às 12h55
Em 1994, quando o Brasil conquistou o tetracampeão nos Estados Unidos, vencendo a Itália nos pênaltis, o Presidente era o Itamar Franco. Naquele ano, FHC foi eleito presidente e tomou posse em janeiro de 2005.
000

About Author

Related items

  • ATLETISMO: Equipe da Seleção Brasileira terá representante osasquense

     

    A atleta osasquense Bianca Vitória, do Atletismo, foi convocada para integrar a Seleção Brasileira sub-20 e disputará a prova à distância de 6 km de Cross Country, neste sábado, 23/2, na Copa Sul-Americano de Cross Country.
    A prova consiste em uma corrida ao ar livre em terreno acidentado com vários obstáculos naturais como subidas e descidas, além de troncos de árvores, terra batida, pequenos riachos e grama. 
    Em setembro de 2017, a atleta também foi convocada e participou, em Santiago do Chile, da prova de 4 km. 
    “É muito gratificante representar nosso país pela segunda vez. Uma honra! Esse é o resultado de muito treino e dedicação. Estou preparada para fazer o meu melhor e trazer um ótimo resultado. Agradeço a todos pela torcida e a equipe de Osasco por me acolher”, comentou Bianca Vitória. 
    “Fico impressionado com a dedicação e empenho dos atletas de tão pouca idade. Parabéns à nossa atleta e aos treinadores”, disse Carmônio Bastos, secretário de Esporte. (Giane Vieira - Foto: Wagner do Carmo/ Oficial CBAt)

  • TRAGICÔMICO: Amigos para sempre: Lula, Cabral e Pezão

     

    Por Renato Ferreira - 

    Não faz muitos anos que esses três homens, ao lado de outros políticos, eram os responsáveis pelos destinos do Brasil e de um dos mais importantes estados do Brasil. Lula, na Presidência da República, e Sérgio Cabral e Pezão, como governadores do Rio de Janeiro.

    Como a primeira foto mostra, os três estavam sempre sorrindo. Gostavam muito de festas, regadas aos melhores pratos e bebidas caras, tanto aqui como no Exterior, de preferência, em Paris.

    Mas, infelizmente, eles se preocupavam muito mais em desviar bilhões de dinheiro público, do que administrar pensando no bem do povo que trabalha e paga imposto. E em pouco mais de dois mandatos, eles acabaram com o Brasil e com o Rio de Janeiro.

    Hoje, o Rio de Janeiro é uma terra arrasada, quebrado em termos financeiros e sem nenhuma segurança.Já faz algum tempo, que as pessoas pensam duas vezes para ir ao Rio, conhecida antes como a "Cidade Maravilhosa". O Rio continua lindo, mas, a falta de segurança torna a cidade um local, não mais como um dos mais belos destinos turísticos do mundo, mas, sim, como uma aventura. Por lá passaram o Sérgio Cabral e seu sucessor Pezão.

    E com o Brasil de Lula não foi diferente. Desde o mensalão até o petrolão, passando por rombos nos Bancos públicos, Correios e Fundos de Pensão, o que se viu nos dois governos de Lula e no governo de Dilma, foi uma sucessão de escândalos. Hoje, o povo brasileiro não tem saúde, educação, estradas, transporte, segurança, habitação e, muito menos segurança. Aqui, mais de 63 mil pessoas são assassinadas por ano. E tudo isso culminou na prisão de todos os tesoureiros petistas, de parlamentares, ex-ministros, empreiteiros e do próprio Lula, condenados por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

    Mas, como o tempo é o senhor da razão, depois das festas com dinheiro da corrução pública, hoje, os três amigos, amargam a prisão. Sérgio Cabral já foi condenado a mais de 180 anos de prisão, enquanto Lula pegou mais de 12 anos de cadeia pela condenação em apenas um dos processos que responde na Justiça.

    Sem dúvida, esses três são amigos para sempre! E precisam de receber logo, logo, outros colegas corruptos por lá. (Renato Ferreira)

    TRAGICÔMICO é uma publicação de Notícias & Opinião todas às quartas-feiras. Para ver outros casos já publicados, basta acessar o site - www.noticiaseopiniao.com.br - e buscar pela palavra tragicômico.

  • COPINHA 2019: São Paulo e Vasco decidem o título na sexta-feira
    Nas semifinais, o Tricolor goleou o Guarani, enquanto o Vasco da Gama derrotou o Corinthians nos pênaltis.
     
    Nesta terça-feira, 22/01, São Paulo e Vasco venceram seus compromissos nas semifinais e agora vão disputar o título da principal competição sub 20 do país. O Tricolor vai atrás do seu quarto título. A final será realizada no Pacaembu, às 15h30 de sexta-feira, 25, dia do aniversário da cidade de São Paulo.
    Jogando na Fonte Luminosa, em Araraquara, o São Paulo não teve dificuldades para vencer o Guarani por 5 a 2, pela semifinal da 50ª Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com a vitória, o Tricolor vai para a final da competição pela 11ª vez em sua história.
    O clube paulista tem três títulos no torneio (1993, 2000 e 2010) e sete vices (1981, 1992, 1994, 2001, 2004, 2007 e 2018). A goleada tricolor foi construída com gols marcados por Antony (2), Fabinho (2) e Vitinho. Lucas Prado e Davó fizeram os gols da equipe de Campinas.
    Vasco
    Vasco
    Os meninos do Vasco não se impressionaram com o grande apoio da torcida corintiana na Arena Barueri
     
    Já na Arena Barueri, Corinthians e Vasco da Gama fizeram uma partida movimentadíssima que terminou com a vitória dos cariocas na decisão por pênaltis. Os meninos do Vasco não se impressionaram com o grande apoio da torcida corintiana e abriram o placar logo aos nove minutos com Tiago Reis. O Corinthians não havia ainda nem conseguido assimilar o gol, quando sofreu o segundo golpe. Aos 17 minutos, o zagueiro Mirana fez 2 a 0 para o Vasco.
    Na segunda etapa, os vascaínos perderam a chance de liquidar o resultado com um pênalti desperdiçado logo aos sete minutos. Assim, o Timãozinho acordou e em empatou a partida com dois gols do centroavante Nathan. Na decisão por pênaltis, o Vasco errou apenas uma cobrança, contra dois erros dos paulistas e venceu por 4 a 3. (Renato Ferreira)

     

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.