Sábado, 23 Fevereiro 2019 | Login
DIÁRIO DA COPA: Brasil vence no sufoco e continua vivo no Mundial

DIÁRIO DA COPA: Brasil vence no sufoco e continua vivo no Mundial Featured

Jogaram também nesta sexta-feira, as seleções da Suíça, que venceu a Sérvia pelo Grupo E, e a Nigéria, que derrotou a Islândia pelo Grupo D, o da Argentina

Foi de forma dramática, mas, nesta sexta-feira, 22/06, o Brasil conseguiu a sua primeira vitória na Copa da Rússia e melhorou a sua situação no Grupo E. A vitória sofrida da Seleção Brasileira foi contra a Costa Rica por 2 a 0, com gols de Fhilippe Coutinho e Neymar já nos acréscimos. Agora, se vencerem a Sérvia, na quarta-feira, 27, os brasileiros se classificam sem depender de outros resultados.

Brasil e Costa Rica Neymar chora

A vitória significou também um alívio para Neymar, o melhor jogador da equipe de Tite, que vinha sofrendo grande pressão, desde o empate de 1 a 1 na estreia contra a Suiça. Após marcar o seu primeiro gol na Copa, Neymar ajoelhou no gramado e chorou bastante. Depois, no Twitter, o 10 da Seleção disse que o choro foi de alívio e de alegria pelo gol.

O VAR – o árbitro de vídeo – parece que não está mesmo a favor dos brasileiros nesta Copa. No segundo tempo, o árbitro holandês Bjorn Kuipers marcou pênalti em Neymar, mas, após consultar o replay do lance, ele anulou e voltou atrás na marcação para decepção do time de milhões de brasileiros.

Como foi o jogo
O Brasil dominou a partida, criou oportunidades, mas, até o final do jogo, tudo indicava que a Seleção iria amargar mais um empate, o que deixaria a classificação para a segunda fase muito difícil. A Costa Rica levou alguns perigos nos contra-ataques.

Até que aos 46 minutos, Gabriel Jesus escorou a bola para Coutinho bater forte e fazer o seu segundo gol no Mundial. Com 1 a 0 no placar e já nos acréscimos, a Seleção começou a tocar a bola, até que num contra-ataque rápido, a bola sobrou para Neymar que desencantou e fez o segundo gol brasileiro.

Na próxima rodada, na quarta-feira, 27, às 15h, o Brasil vai enfrentar a Sérvia, que hoje perdeu da Suíça. Com 4 pontos ganhos, basta ao Brasil vencer por qualquer placar para avançar às oitavas de final.

Suíça vence a Sérvia

Suíça e Sérvia

No segundo jogo do Grupo E, a Suíça venceu a Sérvia de virada por 2 a 1, e embolou a briga pela classificação à segunda fase. Com a vitória, os suíços chegaram aos mesmos 4 pontos do Brasil, mas, com menor saldo de gols.

Aos 5 minutos do primeiro tempo, Aleksandar Mitrovic abriu o placar de cabeça para os sérvios. Mas, não conseguiram segurar a a equipe suíça, que empatou o jogo com Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri aos 7 e 45 da etapa final.

Na próxima rodada, a Suíça enfrentará a eliminada Costa Rica em Nijni Novgorod, enquanto os sérvios medirão forças com,o Brasil, em Moscou. Entre Sérvia e Brasil, quem vencer estará classificado. E a Suíça só depende de uma vitória para chegar às oitavas de final.

Nigéria vence a Islândia

Nigéria e Islândia

Jogando pelo D, a Nigéria venceu a Islândia por 2 a 0, nesta sexta-feira. Com a vitória, os nigerianos se mantiveram vivos na Copa, como também deram um pouco de fôlego para a seleção da Argentina, que tem apenas um ponto ganho.

O destaque do jogo foi Ahmed Musa, que marcou os dois gols dos africanos, aos 4 e 30 minutos do segundo tempo. O meia Gylfi Sigurdsson, teve a chance de marcar num pênalti assinalado pelo assistente de vídeo (VAR), porém, ele chutou para fora.

No Grupo E, a Croácia já está classificada para as oitavas de final, enquanto a outra vaga será disputada por Nigéria, com 3 pontos, e também por Islândia e Argentina com 1 ponto cada uma. Os bicampeões sul-americanos terão que vencer a Nigéria e torcer por vitória dos croatas sobre os islandeses.

VEJA, AQUI, A CAMINHADA DO BRASIL:

No sorteio, o Brasil caiu no Grupo E e enfrentará as seleções da Suíça, Costa Rica e Sérvia na primeira fase:

17 de junho (domingo) - BRASIL x SUÍÇA - 15h
22 de junho (sexta-feira) - BRASIL x COSTA RICA - 9h
27 de junho (quarta-feira) - BRASIL x SÉRVIA - 15h

Se passar como 1º do Grupo E:
2 de julho (segunda-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
6 de julho (sexta-feira) - QUARTAS DE FINAL - 15h
10 de julho (terça-feira) - SEMIFINAL - 15h
15 de julho (domingo) - FINAL - 12h

Se passar como 2º do Grupo E:
3 de julho (terça-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
7 de julho (sábado) - QUARTAS DE FINAL - 11h
11 de julho (quarta-feira) - SEMIFINAL - 15h
15 de julho (domingo) - FINAL - 12h

Caso a Seleção Brasileira perca na semifinal, ela disputará o 3º lugar no dia 14 de julho, sábado, às 11h.

PLACAR DA COPA:

1ª rodada:
Rússia 5 X 0 Arábia Saudita
Uruguai 1 X 0 Egito
Irã 1 X 0 Marrocos 
Portugal 3 X 3 Espanha 
Argentina 1 X 1 Islândia 
França 2 X 1 Austrália
Dinamarca 1 X 0 Peru
Croácia 2 X 0 Nigéria
Sérvia 1 X 0 Costa Rica
México 1 X 0 Alemanha
Brasil 1 X 1 Suíça
Suécia 1 X 0 Coreia do Sul
Bélgica 3 X 0 Panama
Inglaterra 2 X 1 Tunísia
Senegal 2 X 1 Polônia 
Japão 2 X 1 Colômbia

2ª rodada
Rússia 3 X 1 Egito
Portugal 1 X 0 Marrocos
Uruguai 1 X 0 Arábia Saudita
Espanha 1 X 0 Irã
Dinamarca 1 X1 Austrália
França 1 X 0 Peru
Croácia 3 X 0 Argentina
Brasil 2 X Costa Rica
Suíça 2 X 1 Sérvia
Nigéria 2 X 0 Islândia

 
Jogos deste sábado, 23/06
Grupo F
Alemanha X Suécia - às 15h
Coreia X México - às 12h
Grupo G
Bélgica X Tunísia - às 9h

 

 

GRUPO A

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

Rússia

0 
2 Uruguai 0 
3 Egito 0 
4 Arábia Saudita 0 

P

JVEDGPGCSG% 

6

2 2 0 0 8 2 +6 100.0  
6 2 2 0 0 2 0 +2 100.0  
0 2 0 0 2 1 4 -3 0.0  
0 2 0 0 2 0 6 -6 0.0  

GRUPO B

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

Portugal

0 
2 Espanha 0 
3 Irã 0 
4 Marrocos 0 
PJVEDGPGCSG% 
4 2 1 1 0 4 3 +1 75.0  
4 2 1 1 0 4 3 +1 75.0  
3 2 1   1 1 1 0 50.0  
0 2 0 0 2 0 2 -2 0.0  

GRUPO C

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

França

0 
2 Dinamarca 0 
3 Austrália 0 
4 Peru 0 
PJVEDGPGCSG% 
6 2 2 0 0 3 1 +2 100.0  
4 2 1 1 0 2 1 +1 75.0  
1 2   1 1 2 3 -1 30.0  
0 2 0 0 2   2 -2 0.0  

GRUPO D

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

Croácia

0 
2 Nigéria 0 
3 Islândia 0 
4 Argentina 0 
PJVEDGPGCSG% 
6 2 2 0 0 5 0 +5 100.0  
3 2 1 0 1 2 2 0 0.0  
1 2 0  1 1 1 3 -2 0.0  
1 2 0 1 1 1 4 -3 0.0  

GRUPO E

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

Brasil

0 
2 Suíça 0 
3 Sérvia 0 
1 Costa Rica 0 
PJVEDGPGCSG% 
4 2 1 1 0 3  1 +2 00.0  
4 2 1 1 0 3 2 +1 00.0  
3 2 1 0 1 2 2 0 00.0  
0 2 0 0 2 0 3 -3 00.0  

GRUPO F

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

México

0 
2 Suécia 0 
3 Coreia do Sul 0 
4 Alemanha 0 
PJVEDGPGCSG% 
3 1 1 0 0 1 0 +1 100.0  
3 1 1 0 0 1 0 +1 100.0  
0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  
0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  

GRUPO G

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

Bélgica

0 
2 Inglaterra 0 
3 Tunísia 0 
4 Panamá 0 
PJVEDGPGCSG% 
3 1 1 0 0 3 0 +3 100.0  
3 1 1 0 0 2 1 +1 100.0  
0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0  
0 1 0 0 1 0 3 -3 0.0  

GRUPO H

CLASSIFICAÇÃO

 

1

 

Japão

0 
2 Senegal 0 
3 Polônia 0 
4 Colômbia 0 
PJVEDGPGCSG% 
3 1 1 0 0 2 1 +1 100.0  
3 1 1 0 0 2 1 +1 100.0  
0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0  
0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0  
000

About Author

Related items

  • ATLETISMO: Equipe da Seleção Brasileira terá representante osasquense

     

    A atleta osasquense Bianca Vitória, do Atletismo, foi convocada para integrar a Seleção Brasileira sub-20 e disputará a prova à distância de 6 km de Cross Country, neste sábado, 23/2, na Copa Sul-Americano de Cross Country.
    A prova consiste em uma corrida ao ar livre em terreno acidentado com vários obstáculos naturais como subidas e descidas, além de troncos de árvores, terra batida, pequenos riachos e grama. 
    Em setembro de 2017, a atleta também foi convocada e participou, em Santiago do Chile, da prova de 4 km. 
    “É muito gratificante representar nosso país pela segunda vez. Uma honra! Esse é o resultado de muito treino e dedicação. Estou preparada para fazer o meu melhor e trazer um ótimo resultado. Agradeço a todos pela torcida e a equipe de Osasco por me acolher”, comentou Bianca Vitória. 
    “Fico impressionado com a dedicação e empenho dos atletas de tão pouca idade. Parabéns à nossa atleta e aos treinadores”, disse Carmônio Bastos, secretário de Esporte. (Giane Vieira - Foto: Wagner do Carmo/ Oficial CBAt)

  • TRAGICÔMICO: Amigos para sempre: Lula, Cabral e Pezão

     

    Por Renato Ferreira - 

    Não faz muitos anos que esses três homens, ao lado de outros políticos, eram os responsáveis pelos destinos do Brasil e de um dos mais importantes estados do Brasil. Lula, na Presidência da República, e Sérgio Cabral e Pezão, como governadores do Rio de Janeiro.

    Como a primeira foto mostra, os três estavam sempre sorrindo. Gostavam muito de festas, regadas aos melhores pratos e bebidas caras, tanto aqui como no Exterior, de preferência, em Paris.

    Mas, infelizmente, eles se preocupavam muito mais em desviar bilhões de dinheiro público, do que administrar pensando no bem do povo que trabalha e paga imposto. E em pouco mais de dois mandatos, eles acabaram com o Brasil e com o Rio de Janeiro.

    Hoje, o Rio de Janeiro é uma terra arrasada, quebrado em termos financeiros e sem nenhuma segurança.Já faz algum tempo, que as pessoas pensam duas vezes para ir ao Rio, conhecida antes como a "Cidade Maravilhosa". O Rio continua lindo, mas, a falta de segurança torna a cidade um local, não mais como um dos mais belos destinos turísticos do mundo, mas, sim, como uma aventura. Por lá passaram o Sérgio Cabral e seu sucessor Pezão.

    E com o Brasil de Lula não foi diferente. Desde o mensalão até o petrolão, passando por rombos nos Bancos públicos, Correios e Fundos de Pensão, o que se viu nos dois governos de Lula e no governo de Dilma, foi uma sucessão de escândalos. Hoje, o povo brasileiro não tem saúde, educação, estradas, transporte, segurança, habitação e, muito menos segurança. Aqui, mais de 63 mil pessoas são assassinadas por ano. E tudo isso culminou na prisão de todos os tesoureiros petistas, de parlamentares, ex-ministros, empreiteiros e do próprio Lula, condenados por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

    Mas, como o tempo é o senhor da razão, depois das festas com dinheiro da corrução pública, hoje, os três amigos, amargam a prisão. Sérgio Cabral já foi condenado a mais de 180 anos de prisão, enquanto Lula pegou mais de 12 anos de cadeia pela condenação em apenas um dos processos que responde na Justiça.

    Sem dúvida, esses três são amigos para sempre! E precisam de receber logo, logo, outros colegas corruptos por lá. (Renato Ferreira)

    TRAGICÔMICO é uma publicação de Notícias & Opinião todas às quartas-feiras. Para ver outros casos já publicados, basta acessar o site - www.noticiaseopiniao.com.br - e buscar pela palavra tragicômico.

  • EM DAVOS: "Vamos trabalhar para o Brasil ser exemplo para o mundo", diz Bolsonaro
    O Presidente brasileiro destacou sua determinação de abrir a economia, atrair investidores, fazer reformas, diminuir o peso do Estado e combater a corrupção.
    Em discurso “curto” e “objetivo” como havia anunciado, com duração de 6 minutos e 36 segundos, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou nesta terça-feira, 22/01, no Fórum Econômico Mundial, em Davos na Suíça, os compromissos de campanha. Ele destacou a determinação de abrir a economia, atrair investidores, fazer reformas, diminuir o peso do Estado e combater a corrupção. “Representamos um ponto de inflexão", enfaticou o Presidente.
    Bolsonaro citou três de seus ministros Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Paulo Guedes (Economia) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores). Após o discurso, ele respondeu a perguntas dos organizadores do fórum sobre preservação do meio ambiente e desenvolvimento econômico, combate à corrupção e crescimento da América Latina.
    O presidente se comprometeu a colocar o Brasil “no ranking dos 50 melhores países para se fazer negócios”, atrair capital estrangeiro, explorar recursos naturais, fazer as reformas tributária e da Previdência Social, investir em educação, incentivar turismo e manter a sustentabilidade do agronegócio. “Avançar na compatibilização entre a preservação do meio ambiente e da biodiversidade com o necessário desenvolvimento econômico.”
    Meio ambiente
    Bolsonaro enfatizou que o Brasil é “o país que mais preserva o meio ambiente. Nenhum outro país do mundo tem tantas florestas como nós. A agricultura se faz presente em apenas 9% do nosso território e cresce graças a sua tecnologia e à competência do produtor rural. Menos de 20% do nosso solo é dedicado à pecuária”, destacou.
    “Essas commodities [produtos primários com cotação internacional], em grande parte, garantem superávit em nossa balança comercial e alimentam boa parte do mundo”, acrescentou o presidente. Ele também assegurou a vontade de “aprofundar” as relações comerciais.
    Segundo o presidente, seu esforço será para que o Brasil se torne um exemplo para o mundo. “Nossa missão agora é avançar na compatibilização entre a preservação do meio ambiente e da biodiversidade com o necessário desenvolvimento econômico, lembrando que são interdependentes e indissociáveis.”
    Bolsonaro disse que está empenhado em “integrar o Brasil ao mundo”. Para ele, um dos caminhos é a “defesa ativa da reforma” da Organização Mundial do Comércio (OMC) para buscar a eliminação do que chamou de “práticas desleais de comércio e garantir segurança jurídica das trocas comerciais internacionais”.
    Reformas
    O presidente destacou que pretende implementar uma série de medidas no país, e citou as reformas, a redução de tributos e a desburocratização. Segundo ele, são ações que vão levar ao desenvolvimento econômico e à estabilidade.
    “Vamos diminuir a carga tributária, simplificar as normas, facilitando a vida de quem deseja produzir, empreender, investir e gerar empregos. Trabalharemos pela estabilidade macroeconômica, respeitando os contratos, privatizando e equilibrando as contas públicas.”
    Valores
    O presidente ressaltou que gastou menos de US$ 1 milhão na sua campanha e que o país precisa de resgatar valores. “Assumi o Brasil em uma profunda crise ética, moral e econômica. Temos o compromisso de mudar nossa história.”
    Bolsonaro enfatizou que vai resgatar valores. “Vamos defender a família e os verdadeiros direitos humanos; proteger o direito à vida e à propriedade privada e promover uma educação que prepare nossa juventude para os desafios da quarta revolução industrial, buscando, pelo conhecimento, reduzir a pobreza e a miséria.”
    Combate à corrupção
    No discurso, Bolsonaro destacou ainda a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro: “O homem certo para o combate à corrupção e o combate à lavagem de dinheiro”, disse. Ao ser questionado sobre seus planos para a área, ele disse que Moro tem “todos os meios para seguir o dinheiro no combate à corrupção e no combate ao crime organizado”.
    “É mudando a legislação e aperfeiçoando outra parte da mesma. Dessa forma, tenho certeza de que atingiremos nosso objetivo”, respondeu.
    Bolsonaro também acrescentou que os ministros foram indicados de forma técnica, sem participação político-partidária. “Precisamos, sim, muito do Parlamento brasileiro e confiamos que grande parte do mesmo nos dará respaldo na busca do combate à corrupção e na lavagem de dinheiro. Dessa forma, o Brasil será visto de forma diferente aqui fora.”
    Segurança e turismo
    De acordo com o presidente, o governo federal investirá de forma intensa na segurança pública e convidou os presentes a conhecer o Brasil, lembrando que, apesar das belezas naturais, o país não está entre os 40 principais destinos turísticos do mundo. Ele destacou que pretende dinamizar o turismo no Brasil
    “Vamos investir pesado na segurança para que vocês nos visitem com suas famílias, pois somos um dos primeiros países em belezas naturais, mas não estamos entre os 40 destinos turísticos mais visitados do mundo. Conheçam a nossa Amazônia, nossas praias, nossas cidades e nosso Pantanal. O Brasil é um paraíso, mas ainda é pouco conhecido.”
    Estreia
    Bolsonaro sublinhou que a sua presença no encontro é primeira viagem internacional que faz após a eleição, comprovando a importância que atribui às pautas que têm sido promovidas pelo Fórum de Davos.
    “Esta é a primeira viagem internacional que realizo após minha eleição, prova da importância que atribuo às pautas que este fórum tem promovido e priorizado”, disse. “É, para mim, uma grande oportunidade de mostrar para o mundo o momento único em que vivemos em meu país e para apresentar a todos o novo Brasil que estamos construindo.”
    O presidente disse que pretende viajar em breve para Israel, Itália, Argentina e Chile.
    "Excelente", segundo Mourão
     
    Mourão
     
    O presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, classificou o discurso de Jair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial como “excelente”.
    “Maravilhosas as palavras do presidente. De acordo com tudo o que estamos pensando e buscando para inovar no nosso país e que a gente tenha um rumo melhor e chegue aos nossos objetivos. A gente tem que lembrar que os nossos objetivos é que todo brasileiro tenha escola, acesso à saúde, ande na rua com segurança e tenha emprego e renda”, afirmou.
    Sobre a preservação do meio ambiente citada no discurso, Mourão lembrou que o Brasil está no Acordo de Paris. “Às vezes alguns ruídos acontecem, mas a gente não pode fugir dessa questão ambiental, a questão do clima. O presidente tem plena consciência disso aí e deixou claro no discurso dele”, disse Mourão. O presidente em exercício participou hoje da transmissão de comando do 2º Regimento de Cavalaria de Guarda, para o tenente-coronel Antonio Cesar Esteves Mariotti, na Vila Militar, no Rio de Janeiro. (Agência Brasil)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.