Quinta, 20 Fevereiro 2020 | Login
Deputada Federal Renata Abreu recebe o vereador Dr. Lindoso e posta: "Juntos, Podemos". Ela é presidente nacional do Podemos; ele, pré-candidato a prefeito de Osasco pelo PSDB. Uma das perguntas geradas pela foto: Renata Abreu rompeu com o prefeito Rogério Lins?
Por Renato Ferreira -
No meio jornalístico esta frase ficou famosa: "Uma foto fala mais que mil palavra". E, realmente, por mais claro que possa ser um texto, ele jamais expressa os fatos com tanta fidelidade como uma boa foto. Porque, além da possibilidade do autor do texto emitir sua opinião, o que pode deturpar a realidade, a foto mostra e congela a imagem afastando quaisquer possibilidades de versões duvidosas.
E essa importância da foto pode ficar ainda mais evidenciada dependendo do contexto, das circunstâncias e dos personagens envolvidos. É o caso desta foto que publicamos, divulgada nas redes sociais na quinta-feira, 16 de janeiro, onde aparecem meus caros amigos, a deputada Federal e presidente nacional do Podemos, e o vereador Dr. Lindoso, presidente do diretório municipal do PSDB de Osasco. Nesse caso, mais do que mil palavras que esta foto fala, ela também gera mais de mil perguntas, por enquanto ainda sem respostas. Como não poderia deixar de ser, a foto caiu como uma bomba em Osasco.
Mas, por que esta foto com a Renata Abreu e o Dr. Lindoso fala tanta coisa e gera tantas indagações? É, justamente, devido ao contexto e às circunstâncias que a envolvem. Primeiro, não podemos esquecer que seus dois personagens são políticos, cada um com a sua importância nas Casas Legislativas onde atuam. E ainda mais: além dos dois políticos que aparecem na foto, com certeza, ela tem também grande impacto sobre um político que não aparece nela. É o prefeito de Osasco, Rogério Lins. As razões disso, eu explico mais à frente.
Contexto e circunstâncias
Antes de falarmos sobre os personagens diretos, destacamos a importância da data da foto. Ela foi divulgada pela Renata Abreu no dia 16 de janeiro de 2020. Portanto, na metade do primeiro mês de um ano eleitoral. Em outubro, serão realizadas as eleições municipais, quando os milhões de brasileiros vão às urnas para eleger prefeitos e vereadores nos mais de 5.500 municípios do país.
E no Brasil temos eleições a cada dois anos: as municipais e as gerais, quando elegemos deputados estaduais, federais, senadores e o Presidente da República. Assim, vamos eleger vereadores e prefeitos daqui a dez meses, e em 2022, voltaremos à urnas para votar novamente em candidatos de deputado a Presidente. Portanto, é dispensável falar sobre a ligação intrínseca que há entre os dois pleitos. E, se neste ano, teremos representantes de instâncias superiores como candidatos a prefeito, em 2022, serão prefeitos e vereadores que estarão em campanhas em busca de vôos mais altos em suas carreiras políticas.
Renata Abreu
Sendo assim, vamos falar primeiramente sobre a deputada Federal Renata Abreu. Como já dissemos, a simpática e competente deputada, que sempre atendeu a imprensa com muita atenção, é presidente nacional do Podemos, partido que deixou de ser PTN e que já nasceu grande. Hoje, o Podemos é a segunda bancada do Senado com 10 senadores. A primeira é a do MDB, com 13 representantes. Na Câmara dos Deputados,Federal, o partido não é um dos maiores, mas, é muito ativo com uma bancada de 11 parlamentares.
E a deputada Renata Abreu sempre teve uma grande ligação com a cidade Osasco, a 6ª economia do Brasil, superando muitas capitais, e a segunda do Estado. E esta ligação ficou ainda mais forte a partir das eleições de 2016, com a eleição de Rogério Lins (ainda no PTN), como o primeiro prefeito do Podemos na cidade.
Durante a campanha, Renata Abreu era presença constante nas ações de campanha de Lins. E foi uma das que mais vibrou com a vitória, no segundo turno, quando Rogério Lins venceu o ex-prefeito, então candidato à reeleição, Jorge Lapas (PDT). Renata Abreu reforça também a sua ligação com Osasco por meio de recursos de várias emendas parlamentares destinadas ao município.
Renata tem também uma forte influência junto a eleitorado nordestino em São Paulo. Ela é filha do ex-deputado José de Abreu, fundador do CTN (Centro de Tradições Nordestinas), espaço de referência, onde são realizados os mais diversos eventos ligados à cultura do povo do Nordeste na Capital paulista.
Dr. Lindoso
O jovem médico oftalmologista, Elissandro Lindoso, é um dos três vereadores osasquenses da atual legislatura. Em seu primeiro mandato foi eleito presidente da Câmara Municipal. Apesar de não ser ainda oficial. Lindoso é o principal pré-candidato a prefeito pelos tucanos. Assim, como Renata Abreu, Lindoso é um parlamentar que também sempre é muito atencioso com a imprensa. Pelo menos, sempre foi com este jornalista.
No mês de dezembro de 2019, após intervenção da Executiva Estadual, Lindoso assumiu a presidência do Diretório Municipal do PSDB, causando ainda mais incertezas no ninho tucano de Osasco, que já vinha dividido deste a morte do, então deputado estadual, e ex-prefeito por dois mandatos, Dr. Celso Giglio.
Sem a presença de Celso Giglio, a divisão do PSDB chegou a tal ponto em Osasco, que os três vereadores nunca falaram a mesma língua na Câmara Municipal, com alguns se declarando independentes em relação ao prefeito Rogério Lins por algum tempo, e oposição em outras ocasiões, o mesmo ocorrendo com os demais membros do Diretório. Antes da intervenção, o presidente era o ex-prefeito e braço direito de Giglio, Silas Bortolosso.
Mas, o ápice da desunião tucana em Osasco aconteceu durante a campanha das eleições gerais de 2018, quando alguns membros da Diretoria chegaram a fazer campanha para Márcio França, como foi o caso de José Carlos Vido, que sempre participou do governo de Rogério Lins. E foi essa suposta traição de Vido, que culminou no processo de intervenção da Executiva Estadual. Antes de ser expulso, Vido pediu desfiliação do partido. Após assumir a presidência, Lindoso afirma que principal missão é trabalhar pela união do PSDB em Osasco.
Título pra Doria e tumulto
Na campanha de 2018, Lindoso foi o parlamentar tucano que fez campanha explícita pra João Doria. Essa ligação entre os dois já vem de longe. Em 2017, inclusive, por iniciativa de Lindoso a Câmara aprovou a outorga de Título de Cidadão Osasquense ao, então, prefeito de São Paulo e atual governador do Estado.
A entrega do Título, no entanto, acabou se transformando num espetáculo dantesco nas dependências do Legislativo. Mas, não por culpa do jovem vereador e, sim, seus seus adversários na cidade.
Acreditando piamente que seus adversário fossem democráticos, Lindoso e seu grupo político prepararam a festa no plenário da Câmara desde a manhã para a entrega do Título programado para às 19h. Só que, candidamente, o vereador deixou todas as dependências abertas para a chegada do público, com certeza, pensando que as dependências fossem ocupadas por seus eleitores e correligionários. Ledo engano.
Quando Lindoso e Doria chegaram à Câmara quase não conseguiram entrar no prédio. Cabos eleitorais de partidos adversários, principalmente, do PT, já haviam tomados todas as cadeiras na plateia, além de muita gente no hall e na rua, com faixas e gritando palavras de ordem contra Doria e Lindoso.
Depois de muito sufoco, os dois conseguiram chegar à sala da Presidência e, sem condições de adiar o evento, resolveram entregar o Título ali mesmo. Como sempre foi um dos tucanos que mais critica Lula e o PT, Doria não perdeu a oportunidade para, mais uma vez, não medir palavras para detonar os petistas de Osasco. Em minha opinião, aquele clima de guerra acabou prejudicando muito mais a imagem de uma oposição inconsequente do que a do vereador Lindoso, que acreditava na democracia e educação de seus adversários políticos.
Renata, Lindoso e Lins
Para fechar este texto, abordaremos a seguir, o que esta foto representa para Renata Abreu, Dr. Lindoso e Rogério Lins, como também as dúvidas que ela deixou no ar. Primeiro, o fato de que Abreu preside o Podemos, mesmo partido do prefeito Lins. E a mais intrigante dúvida: Por que a deputada convidou Lindoso, possível adversário de Lins nas eleições de outubro? Ela teria rompido com o prefeito, temendo uma possível derrota?
Em sua postagem no dia 16, logo após falar da primeira reunião daquele dia, sob o título: "Juntos, Podemos", Renata Abreu falou da segunda reunião: "Depois, recebi meu amigo vereador Dr. Elissandro Lindoso. Discutimos eleições municipais e formas de contribuir mais com a cidade de Osasco. Adorei a nossa conversa".
Neste sábado, conversamos com o Dr. Lindoso, que também foi sucinto ao falar sobre o encontro com a deputada Federal. "Meu amigo Renato, foi um encontro muito bom com a grande deputada Renata Abreu, que tanto tem trabalhado pelo povo de Osasco. Falamos de um modo geral sobre o momento político de Osasco, de São Paulo e do Brasil e de cooperação para o bem do município. Sobre definições com relação às eleições municipais, tudo acontecerá mesmo a partir de abril. Sou grato pelo convite da Renata e eu também gostei muito da nossa conversa", afirmou Lindoso. É bom desacar também que a Renata Abreu continua muito de João Doria. Nesta semana mesmo, ela participou de um evento de prestação de contas do Governador paulista.
Perguntas sem respostas
Mas, como fica a situação de Rogério Lins com esse encontro da deputada Renata Abreu, presidente do seu partido, com um de seus possíveis adversários na campanha pela reeleição? Os boatos que já corriam na cidade e ficaram ainda mais fortes após a divulgação do encontro, dão conta de que Rogério Lins, que apoiou a candidatura à reeleição de Márcio França, sendo um dos responsáveis pela derrota de João Doria em Osasco, estaria de malas prontas para sari do Podemos. Não conseguimos contato com o prefeito para saber sua opinião a respeito desse assunto.
Mas, e se ele continuar no Podemos? Poderia haver uma aliança entre ele e Lindoso para as eleições? Apesar de presidir o PSDB local, a situação futura de Lindoso podeira ainda ser revertida, uma vez que o grupo de Bortolosso afirmou que iria recorrer contra a intervenção estadual? Caso Lindoso vá para o Podemos, ele poderia abrir mão da candidatura a Prefeito para ser vice de Lins? Sobre esse assunto, Lindoso não comentou e disse que o tema não fez parte da pauta dos assuntos com Renata Abreu.
Há poucos meses, Rogério Lins fez uma aliança que também gerou e ainda gera muitos comentários na imprensa e nos bastidores políticos. Apesar de terem sido adversários ferrenhos na campanha de 2016, com trocas mútuas de acusações e até agressões verbais, com apreensões de jornais falsos e prisões de cabos eleitorais, Lins se aproximou de Jorge Lapas. Essa aproximação resultou na nomeação do engenheiro Waldyr Ribeiro Filho, braço direito de Lapas, para a Secretaria de Obas de Osasco. Em 2018, Waldyr Ribeiro deixou o PDT e se filiou ao Podemos, quando trabalhou na campanha vitoriosa do deputado Estadual, Ataíde Teruel.
Então, vejam que, além das verdades que a foto escancara, ela também gerou muitas dúvidas; Se nem tanto para os eleitores, que não acompanham de perto os bastidores políticos, muito mais para os meios políticos e na imprensa. Ou seja, todos querem saber os motivos e as consequências política/eleitorais dessa foto que denota muita proximidade entre Renata Abreu e Lindos, logo no início deste eleitoral, que promete ferver no Brasil inteiro. E pelo jeito, em Osasco não será diferente. (Renato Ferreira é editor do Portal Notícias & Opinião)
Published in Política
Estrutura das escolas deverá ser avaliada a cada três anos por uma equipe multidisciplinar.
 
Agora é lei: o prefeito Rogério Lins (Podemos) sancionou no final do ano passado a lei 5.039/2019, de iniciativa do vereador Toniolo (PCdoB), sobre a obrigatoriedade de avaliação dos prédios escolares da rede municipal de ensino.
Toniolo
Vereador Toniolo, autor da nova Lei que obriga a avaliação dos prédios escolares em Osasco
De acordo com o texto, publicado na Imprensa Oficial do Município de Osasco em 8 de janeiro, os estabelecimentos de ensino deverão ser avaliados a cada três anos por uma Comissão Multidisciplinar de Infraestrutura Escolar, a ser estabelecida pelo Poder Público Municipal.
Definida a comissão, esta deverá elaborar relatório detalhado da situação estrutural de cada unidade educacional e suas condições de funcionamento. Com base nesse relatório sobre as condições físicas e ambientais das escolas, o município terá condições de criar as diretrizes das reformas de cada unidade de ensino.
O projeto final de reforma das unidades educacionais, elaborado pela Comissão, será submetido à aprovação do Conselho de Escola da respectiva escola. (Fonte: Comunicação/CMO)
Published in Cidade
 
Por Renato Ferreira -
Na última terça-feira, 17/12, os meios políticos e jornalísticos de Osasco foram surpreendidos com uma notícia sobre um estranho pedido de "prisão" contra o vereador e presidente da Câmara Municipal, Ribamar Silva. Conforme a "notícia", o pedido de prisão teria sido feito por um advogado alegando que o vereador teria "descumprido" ordem judicial.
Durante a sessão ordinária do Legislativo, este jornalista entrou em contato com Ribamar Silva, mostrando a "notícia" divulgada em grupos da Imprensa. Tranquilo, Ribamar negou os boatos, afirmando que os mesmos não correspondem à realidade. "Vamos tomar as providências devidas, mas, isso aí são notícias sem fundamentos. A verdade prevalecerá", enfatizou Ribamar Silva.
E, realmente,em menos de 48 horas, o tal pedido de prisão foi totalmente desmascarado. Conforme documento oficial da Promotoria de Justiça do Estado, o Promotor Gustavo Albano refuta todos os argumentos do pedido de prisão. O Ofício foi encaminhado ao Juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Osasco, nesta quinta-feira, 19.
O dr. Gustavo Albano abre assim, o documento: "Primeiramente, requeiro a intimação dos requeridos para que se manifestem quanto à petição de fls. 1556/1559, a fim de se garantir o contraditório, uma vez que o Ministério Público não é parte no processo. Ademais, quanto ao pedido de prisão do requerido Ribamar Antonio da Silva, anoto que esse Juízo não possui competência para análise de referido pedido, nem o autor tem legitimidade para tal, cabendo somente ao Ministério Público tal requerimento, e no caso, a Promotoria de Justiça Criminal, sendo que sequer esta Promotoria de Justiça do Patrimônio Público possui atribuição para tal".
"Outrossim, manifesto-me contrariamente ao pedido contido no item III de fls. 1559, uma vez que o fundamento (alegada má-fé) não é requisito para a decretação do que o autor requer", diz o Promotor de Justiça, em outro trecho do documento.
A verdade prevalece
Nesta sexta-feira, 20, demonstrando a mesma tranquilidade de terça-feira, o vereador Ribamar Silva, postou em suas redes sociais.
"Estou muito feliz, mas não surpreso com a resposta do Promotor de Justiça, Gustavo Albano. Trabalho com a verdade, e minha verdade é o incansável trabalho realizado por mim e por toda minha equipe em prol da população de Osasco. Eles podem até tentar, mas ninguém atrapalha quem Deus escolheu pra vencer. Estamos juntos nessa. Obrigado a todos pelas mensagens e apoio", postou Ribamar Silva.
Infelizmente, esse tipo de notícia sem a devida verificação de sua veracidade acaba manchando o bom jornalismo e a sua credibilidade. Na opinião deste jornalista, todas as pessoas que se metem a fazer jornalismo seja na mídia impressa, Rádio, TV ou na Iternet, deveria se preocupar, no mínimo, em praticar a ética que o bom e sério jornalismo exige. (Renato Ferreira)
 
Cópias do parecer Promotor de Justiça, Gustavo Albano:
Parecer de Gustavo Albano sobre pedido de prisão de Ribamar
 
Parecer de Gustavo Albano sobre pedido de prisão de Ribamar 2
Published in Cidade
Montante será investido em melhorias nas áreas de saúde e infraestrutura.
 
 
A Câmara Municipal de Osasco encerra o ano de 2019 com saldo positivo, fato que reflete o seu comprometimento com o desenvolvimento da cidade.
Após o encerramento do ano, o Legislativo osasquense fará a devolução de R$ 10 milhões ao Poder Executivo Municipal.
O presidente da Câmara, vereador Ribamar Silva, em comum acordo com os demais parlamentares, solicitou do prefeito Rogério Lins (PODE) uma contrapartida ao fazer a devolução dos recursos.
“Pedimos ao prefeito que, deste total, uma parte seja reservada para melhorias na saúde e na infraestrutura, e o restante que seja investido nas obras de construção do novo prédio do Fórum”, disse Ribamar.
A atual Mesa Diretora da Câmara de Osasco prepara-se para fechar seu primeiro ano à frente da Casa de Leis com austeridade, já que várias medidas têm sido adotadas para garantir o equilíbrio financeiro.
LEVANTAMENTO DO TCE
Somando-se aos esforços da atual gestão, um levantamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), divulgado neste ano, aponta a Câmara de Osasco como uma das mais baratas do Estado de São Paulo.
Os dados têm como base os valores per capita, ou seja, quanto custa o Legislativo por número de habitante. Dos 645 municípios pesquisados, a Câmara de Osasco ocupa a 466ª colocação.
A primeira colocada da lista custa R$ 861,35 por habitante ao ano. Já o Legislativo osasquense tem custo per capita é de apenas R$ 75,02 anuais.
De acordo com o presidente, as principais ações que permitiram a redução de gastos na atual gestão foram a otimização dos contratos e a digitalização dos processos legislativos – o que proporcionou economia dos gastos com aquisição de papel, tornando mais ágeis as atividades parlamentares. (Assessoria de Comunicação/CMO)
Published in Cidade
Operação foi deflagrada por força-tarefa sob o comando do Ministério Público cumprir mandados de prisões e de busca e apreensão. Os acusados são de dez partidos deferentes.
 
Assim, como já ocorreu em outros Legislativos municipais, por exemplo em Osasco, na Grande São Paulo, hoje, foi a vez da Câmara Municipal de Uberlândia, no Triângulo mineiro, viver uma situação inusitada com a prisão da maioria de seus vereadores acusados de corrupção. Dos 27 parlamentares, 17 foram presos por determinação da Justiça de Minas Gerais, em operação deflagrada nesta segunda-feira. Outros três já sido detidos em outubro passado.
Os parlamentares eleitos em 2016 são alvo de operação do Ministério Público de Minas Gerais (MPE), que investiga desvio de dinheiro público - por meio de verba de gabinete, contratação irregular de empresa de segurança, de limpeza e de uma gráfica.
O valor total do prejuízo aos cofres públicos ainda não foi divulgado. Só na gráfica, estima-se que o prejuízo gire em torno de R$ 4 milhões. São vereadores de dez partidos diferentes - PSC, PSB, PSDB, PT, PL, PDT, PP, Republicanos, Patriota, Solidariedade e um sem partido.
Há três anos em Osasco, 14 dos 21 vereadores presos na Operação Caça-Fantasmas, deflagrada pelo Ministério Público, que apura a contratação irregular de funcionários dentre outros delitos. Três dos acusados já foram condenados pela Justiça. Outras condenações devem sair nos próximos meses.
Bagunça e perplexidade
Na manhã desta segunda-feira, a reportagem do Estado de Minas conversou com dois funcionários da Câmara de Uberlândia, que tem cerca de 500 servidores, que resumiram como estava o ambiente na Casa: ' bagunça', disse um, e ' de perplexidade', completou o outro.
Um dos funcionários contou que por volta das 6h desta segunda-feira um grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPE, esteve no gabinete do presidente da Câmara MUnicipal, Hélio Ferraz (PSDB), conhecido como o Baiano, e ''levou tudo do gabinete", se referindo a computadores, documentos e outros objetos apreendidos.
A sede do Legislativo municipal, segundo esse funcionário ouvido pela reportagem, não foi o único local alvo de busca e apreensão na manhã de hoje. Os demais mandados foram cumpridos nas casas dos vereadores, onde eles foram presos, e de outros envolvidos na suspeita de corrupção.
Ao todo foram expedidos pela Justiça 40 mandados de prisão - as identidades dos demais envolvidos, além dos vereadores, não foram divulgadas - e 42 mandados de busca e apreensão.
Segunda operação
A operação do MPE nesta segunda-feira é o desdobramento de outra realizada em outubro deste ano, batizada de O Poderoso Chefão, que resultou na prisão dos vereadores Alexandre Nogueira (PSD), Juliano Modesto (suspenso do SD) e Wilson Pinheiro (PP), que permanecem afastados dos cargos. Suplentes assumiram as cadeiras desses três vereadores.
Segundo as primeiras informações do Ministério Público Estadual (MPE), Nogueira e Modesto são novamente alvos da operação de hoje. Nogueira estava em liberdade, sob uso de tornozeleira, desde a última sexta-feira (13), data em que a Câmara de Uberlândia entrou em recesso (férias). O Legislativo só voltará a funcionar em 2 de fevereiro do ano que vem. (Renato Ferreira com informações do Estado de Minas)
Confira o nome dos 20 vereadores investigados nesta operação com prisão decretada e/ou presos:
Alexandre Nogueira (PSD)
Ceará (PSC)
Doca Mastroiano (PL)
Dra. Flavia Carvalho (PDT)
Dra. Jussara (PSB)
Felipe Felps (PSB)
Hélio Ferraz, Baiano (PSDB) - Presidente da Câmara
Isac Cruz (Republicanos)
Juliano Modesto (SD)
Marcio Nobre (PSD)
Pâmela Volp (PP)
Paulo César PC (SD)
Ricardo Santos (PP)
Rodi (PL)
Roger Dantas (Patriota)
Ronaldo Alves (PSC)
Silésio Miranda (PT)
Vico (Sem Partido)
Vilmar Resende (PSB)
Wender Marques (PSB)
Published in Política

Vereadores da oposição e situação criticaram duramente ações/omissões do DUS e também questionaram a construção do Shopping 25 de Março no antigo Cine Glamour.

 

Na sessão ordinária desta terça-feira 10/12, na Câmara Municipal de Osasco, aconteceu um fato inédito: vereadores oposicionistas e governistas se uniram em críticas a um órgão do Executivo. Trata-se do DUS (Departamento de Controle e Uso do Solo), subordinado à Secretaria da Habitação, cujo titular é Cláudio Monteiro.

Os questionamentos e críticas giraram em torno de descarte irregular de entulho na cidade. E um dos primeiros a falar foi o governista Daniel Matias, que abordou a necessidade de novos ecopontos no município.

Após a fala de Matias, o oposicionista Tinha Di Ferreira (PTB), um dos mais ferrenhos críticos ao prefeito Rogério Lins (Podemos), fez severas críticas ao DUS. "Esse departamento, que deveria cuidar do desenvolvimento ordenado da cidade, está fazendo o que bem entende em Osasco", afirmou Tinha, que usou os seus 5 minutos e também o tempo cedido pelo tucano De Paula, presidente da Comissão de Obras. Ricardo Silva também aparteou e concordou com Tinha.

O vereador da Vila dos Remédios alertou sobre um descarte irregular de entulho que, segundo ele, existe há muito tempo na Rua Sabiá, próximo à Rua Pedro Rissato, onde fica a Fatec. "Aquilo lá já está virando um lixão e a Administração não toma nenhuma providência".

Com a concordância de outros vereadores governistas, Tinha questionou ainda a construção do Shopping 25 de Março, que está sendo erguido na Avenida João Batista, no local onde funcionava o antigo e histórico Cine Glamour, que foi demolido sem consulta à população. "A prefeitura deve explicações ao povo de Osasco sobre o impacto desse shopping na região central. E pasmem! Dizem que a contrapartida por parte dos empresários será a instalação de um semáforo", ironizou Tinha.

Falaram também sobre os mesmos problemas a oposicionista Dra. Régia (PDT), e o governista Alex da Academia (PDT), vice-Presidente da Câmara, que está de saída do partido. Ele deve ir para o DEM.

O clima estava tão amistoso entre todos os vereadores, que até o presidente da Casa, o governista Ribamar Silva, que já anunciou seu ingresso no PSD, disse que assinará o requerimento do Tinha pedindo esclarecimentos ao DUS. Alex da Academia afirmou que também vai assinar o requerimento.

Das duas uma: ou foi o clima de Natal que tomou conta dos vereadores osasquenses; ou isso já é reflexo do clima pré eleitoral que pode mudar os rumos políticos e partidários.

Não esqueçamos do grande político mineiro Magalhães Pinto, que disse: "Política é como nuvem. Você olha, ela está num lugar; olha de novo, ela já mudou". (Renato Ferreira)

Veja neste vídeo alguns segundos da fala de Tinha Di Ferreira e o aparte de Ricardo Silva! https://www.facebook.com/orenatoferreira/posts/2722329511190605?__xts__

Published in Política
Membro da comunidade armênia e comprometido com a sociedade osasquense, Roberto tem um extenso trabalho social junto à AACD.
 
Na noite de quarta-feira, 04/12, a Câmara Municipal de Osasco prestou uma justa homenagem ao empresário Roberto Nerguesian, um comerciante com larga história em Osasco, forte influência na comunidade armênia e trabalho social relevante na AACD (Associação de Apoio à Criança Deficiente). E foi por conta dessas realizações, que o empresário osasquense foi agraciado com o Cartão de Prata pelo Legislativo Osasquense.
Câmara Osasco Roberto Nerguisian 3 cartão
 
A honraria foi concedida por projeto de lei de autoria da vereadora Lúcia da Saúde (DC). “Ele é um homem comprometido com a sociedade de Osasco, uma pessoa que me ajudou muito”. A vereadora relembrou seu primeiro emprego numa das lojas da família de Nerguesian.
Já o vereador Ricardo Silva (REP) ressaltou o envolvimento de Nerguesian com a comunidade armênia, cuja presença na cidade é marcante. Essa ligação foi enfatizada também por Ronaldo Vasilian, diretor-executivo da Comunidade Armênia: “Roberto é muito solícito com as pessoas, ativo em nossa comunidade”.
Para Amir Gomes, presidente da ACEO (Associação Comercial e Empresarial de Osasco), “Nerguesian é uma figura importante para o comércio da região”. De acordo com Gomes, o empresário faz jus ao Cartão de Prata por conta de seu trabalho pela revitalização do calçadão de Osasco. “Ele é uma das pessoas que mais luta pelas obras de revitalização e cobertura do calçadão”.
Gomes ressaltou ainda a história de empreendedorismo de Nerguesian na cidade: “Osasco tem o segundo maior comércio varejista da América Latina, atrás apenas da 25 de março, em São Paulo. O Roberto faz parte dessa história, com 45 anos dedicados ao comércio em Osasco”.
O ex-prefeito Jorge Lapas também esteve presente à cerimônia e relembrou como Nerguesian sempre lutou por melhorias na cidade e no calçadão. “Sinta-se orgulhoso dessa homenagem, pois muitas vidas foram transformadas pelo seu trabalho”.
Representando o prefeito, o secretário municipal de Indústria, Comércio e Abastecimento, Paulo Contin, também prestigiou a homenagem a Nerguesian. “Roberto é uma pessoa cujas críticas e sugestões sempre ajudam a cidade a melhorar”.
Câmara Osasco Roberto Nerguisian 2
O empresário Roberto Nerguesian usa a tribuna da Câmara de Osasco para agradecer pela homenagem
 
Ao final da solenidade, Nerguesian subiu à tribuna para agradecer o reconhecimento dado pela Câmara de Vereadores: “Minhas cobranças são sempre buscando melhorias para Osasco. Espero que a cidade entre em 2020 com o centro revitalizado”, disse Nerguesian, que é proprietário da Casa Ângela, no ramo de calçados. O empresário também comentou a oportunidade de desenvolver trabalhos sociais em prol das crianças com deficiência na AACD.
Published in Geral
Depois de muitas discussões, bate-boca e uma verdadeira balbúrdia na sessão de terça-feira, a Câmara Municipal de Osasco aprovou proposta do Executivo que implanta o Bilhete Único na cidade e que autoriza os usuários a fazerem até duas viagens nos ônibus municipais com uma passagem.
Na sessão ordinária desta terça-feira, 26/11, os vereadores de Osasco aprovaram, em primeira discussão, o projeto de Lei do Executivo que implanta o Bilhete Único dentro do tempo de 1h30 no sistema de transporte público municipal da cidade. Conforme a proposta do prefeito Rogério Lins, os usuários poderão fazer duas viagens com uma única passagem no tempo de 1h30, desde que não seja na mesma linha ou no mesmo ônibus.
Agora, o projeto terá que ser aprovado em segunda discussão para ser enviado ao Executivo. Dos 21 vereadores, 16 votaram a favor. Três votaram contra e houve três ausências. O presidente da Casa, Ribamar Silva, não vota nesse caso. Ainda de acordo com a proposta, ficará por conta da Prefeitura um subsídio de R$10 milhões às duas empresas de ônibus para garantir a integração tarifária. No projeto, consta que o projeto passará a valer a partir do dia 1º de dezembro deste ano. Isso implica que a segunda votação terá que ocorrer na sessão desta quinta-feira, 28/11.
Bagunça
Apesar da aprovação ter sido por 16 votos, a sessão foi bastante tumultuada. Enquanto alguns idosos aplaudiam os discursos da oposição - Tinha di Ferreira. Dra. Régia e Dr. Lindoso - eles, chegaram a interromper por várias vezes, as falas dos governistas. Duas pessoas, inclusive, chegaram a gritar e a xingar o vereador Jair Assaf, provocando uma verdadeira balbúrdia na sessão. Assaf, um dos mais antigos vereadores de Osasco, fazia um breve histórico sobre os avanços da integração tarifária, afirmando que torce pelo transporte gratuito aos idodos acima de 60 anos. "Esse é o nosso objetivo e já havia sido aprovado por esta Casa, mas, nem a Prefeitura e nem a Câmara tomaram providências, quando isso não foi cumprido pelas empresas em Osasco", disse Assaf, que tem total solidariedade de Notícias & Opinião.
O presidente da Casa, Ribamar Silva pedia silêncio e até ameaçava chamar os GMs para retirar os mais afoitos, mas, não conseguiu acalmar os ânimos da plateia contrária ao projeto do prefeito Rogério Lins. Esses mesmos fatos deverão se repetir na segunda votação. (Renato Ferreira)
Published in Cidade
 
Nesta semana, o Presidente da Câmara Municipal de Osasco, vereador Ribamar Silva, apresentou o projeto de lei que proíbe a nomeação de cargos em comissão da Administração Direta, Indireta e Fundações da Prefeitura e do Legislativo, de pessoas que tenham sido condenadas pela Lei Maria da Penha, ou seja, que estejam condenadas pela prática de violência contra a mulher. A vedação valerá para condenação em segunda instância, mesmo que ainda caibam recursos.
De acordo com o PL, se a pessoa já estiver nomeada em cargo de comissão e, caso vier a ser condenada por crimes de violência contra a mulher, será destituída a partir da data de emissão do acordão condenatório em segunda instância. Na justificativa o presidente Ribamar destaca que apesar da configuração penal instituída pela Lei Maria da Penha, diariamente surgem novas notícias sobre o aumento deste tipo de violência, que pode levar ao feminicídio.
“A proposta alinha-se a outras iniciativas de órgãos federais que lutam para diminuir a prática de violência contra a mulher. Desta forma, não iremos tolerar em nosso quadro de servidores, pessoas que venham a infringir a lei, atentando deforma covarde contra as mulheres”, explica o autor da proposta. Para Ribamar as autoridades devem tomar medidas severas de prevenção e sanção, impondo o respeito à mulher.
Procuradoria Especial da Mulher
Nesse mesmo sentido em defesa das mulheres, em maio deste ano, Ribamar reativou a Procuradoria Especial da Mulher, órgão tem o objetivo de zelar pelos direitos da mulher e incentivar a participação das parlamentares nos trabalhos legislativos e na administração da Casa. A Procuradoria tem o papel de acolher mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica e encaminhá-las aos órgãos competentes.
Published in Política
Em sessão solene na Câmara, marcada por muita emoção, advogado é homenageado por atuação no município.
 
Muita emoção. Essa é a expressão que melhor define o clima da sessão solene para outorga do título de Cidadão Osasquense ao advogado José Carlos Barbosa Molico, atual secretário-geral da OAB Osasco. O evento aconteceu no Plenário Tiradentes, na noite desta quarta-feira, 30/10, com casa cheia e a participação de autoridades locais, amigos, familiares e advogados.
Dr. Molico cidadão osasquense
Emocionado, o mais novo filho de Osasco, Dr. Molico agradeceu pela homenagem do povo osasquense
 
A honraria foi proposta pela vereadora Ana Paula Rossi (PL), que foi elogiada pela escolha do Dr. Molico.  “É um justo reconhecimento, uma escolha extremamente assertiva da vereadora Ana Paula. Osasco homenageia um filho que ajuda a contribuir com o desenvolvimento da cidade”, disse o prefeito Rogério Lins (PODE).
Dr. Molico cidadão osasquense 2
Vereadora Ana Paula Rossi; sua mãe e vice-prefeita, Ana Maria Rossi; prefeito Rogério Lins; vereadora Dra. Régia; e a presidente da OAB Osasco, Dra. Maria José Bonett
 
Além de Lins, compuseram a mesa diretora, a vice-prefeita Ana Maria Rossi, a presidente da OAB Osasco, Dra. Maria José Bonetti, a proponente da homenagem e a vereadora Dra. Régia (PDT), que presidiu os trabalhos.
Também acompanharam a solenidade, os vereadores Toniolo (PCdoB), Tinha Di Ferreira (PTB) e Ralfi Silva (PODE), além de advogados, funcionários da OAB e amigos do homenageado.
Os vereadores Tinha, Toniolo e Dra. Régia utilizaram a tribuna para parabenizar Dr. Molico pela honraria, e ressaltaram a atuação do advogado nas áreas jurídica, social e esportiva da cidade.
Em nome da imprensa local, o jornalista Adamastor Inácio fez um breve relato sobre a história do homenageado, destacando a sua resiliência por ter enfrentado muitas dificuldades ao longo da vida para construir sua história em Osasco, iniciada em 1973.
“O Molico nunca teve medo de cara feia. Fez muitos amigos no esporte. Enfrentou dificuldades com resignação. É uma pessoa muito querida na cidade, muito respeitada e um orgulho para a nossa OAB”, afirmou o jornalista.
O advogado Paulo Cesário, que foi estagiário de Molico, destacou a bondade do homenageado. “É uma pessoa que esteve comigo nas dificuldades, deu oportunidade de aprendizagem. Maior que seu coração, só o amor que ele tem pelas pessoas”.
O ex-prefeito de Osasco e ex-deputado federal Francisco Rossi também deu ênfase à bondade e à humildade do homenageado. “Essa homenagem, que é a maior que o município presta a uma pessoa, é muito justa. Hoje Osasco está homenageando um pequeno grande homem. Nós amamos você”, declarou.
Delegado de polícia aposentado, João Rodrigues Marques lembrou que ser cidadão osasquense é uma grande responsabilidade. “O nome já diz, cidade trabalho. E você tem vontade de trabalhar pelo povo”.
Em nome dos advogados, também usaram a palavra o Dr. José Paschoal Filho, representando a OAB São Paulo, o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (Caasp), Dr. Luís Ricardo Davanzo, e a presidente da OAB Osasco, Dra. Maria José Bonetti, que destacou o caráter conciliador de Molico.
“O Molico nos representa. Somos uma equipe e ele é o nosso secretário-geral. É um ser humano ímpar, cuja preocupação com o ser humano vem em primeiro lugar”, disse a presidente da OAB Osasco.
Antes de entregar a honraria, a vereadora Ana Paula Rossi usou a tribuna e destacou as qualidades do homenageado. “A gente precisa de mais pessoas como o Molico. O que mais me chama atenção é o coração gigantesco. Que você continue sendo esse ponto de equilíbrio”, justificou.
LÁGRIMAS E AGRADECIMENTO
Após receber o título, Dr. Molico usou a tribuna para agradecer a honraria. O advogado contou um pouco de sua história e emocionou-se ao recordar os tempos em que trabalhou no Bradesco, a passagem pelo Exército e, finalmente, a advocacia.
De origem humilde, Molico veio sozinho para Osasco e, após passar por muitas dificuldades financeiras, chegando a passar fome nas ruas, conseguiu vencer e tornar-se um profissional respeitado.
Em meio a lágrimas e muita emoção, o homenageado recordou o papel das famílias Rossi e Antiório em sua formação como ser humano e agradeceu o poder Legislativo pelo reconhecimento de seu trabalho. “Hoje, recebendo esse título como filho de Osasco, só tenho uma coisa a fazer: agradecer”, disse, emocionado. (Comunicação da CMO)
 
Notícias & Opinião não pode estar presente, mas, aproveita o momento para parabenizar a vereadora Ana Paula Rossi pela proposta do título, e ao mais novo filho de Osasco. Parabéns, Dr. Molico! (Renato Ferreira)
Published in Geral
Página 1 de 4

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.