Domingo, 29 Março 2020 | Login

 

Para começar o ano com mais agilidade no atendimento aos usuários, o Centro Cirúrgico do Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB), recebeu, no final de 2019, sete focos cirúrgicos e um arco cirúrgico, aparelhos utilizados em diversas operações que representam melhora na qualidade do serviço.

Com média mensal de 700 procedimentos, o Centro Cirúrgico do hospital tem capacidade para realizar desde cirurgias reparadoras até neurológicas, e os novos focos cirúrgicos, utilizados em todas as cirurgias convencionais - exceto nas minimamente invasivas - garantem iluminação constante durante toda a cirurgia. Mesmo com a movimentação da equipe médica, o aparelho faz a compensação automática da luz.

“Operar sem foco é como dirigir à noite sem farol em uma via sem luz, ou seja, apresenta alto risco de danos” explica Ernesto Imakuma, cirurgião geral do HMB, que destaca a necessidade desse instrumento, porque os riscos são menores e os resultados podem ser melhores.

Hospital Municipal de Barueri 2

Já o arco cirúrgico, utilizado em especialidades como ortopedia, crânio-maxilo-facial, coluna, neurocirurgia, cabeça e pescoço, cirurgia vascular e cirurgia geral, é um equipamento de raio-X que produz imagens em tempo real por meio do monitor. Além de ser mais ágil para manusear, essa metodologia pode impactar na qualidade do resultado cirúrgico e diminuir o tempo da operação.

“Alguns procedimentos só podem ser realizados com o equipamento, pois é a produção de imagens em tempo real que irá guiar o cirurgião. Em ortopedia, por exemplo, não é necessário realizar extensos cortes para tratamento de fraturas visto que com o arco, é possível visualizar a fratura na imagem de raio-X”, esclarece o cirurgião, que explica a importância do arco também para analisar a anatomia dos órgãos e confirmar se próteses ou drenos estão nos locais adequados.

Para instalação dos novos equipamentos, foram realizados serviços de manutenção como adequações na estrutura, substituições de tomadas e pintura em todas as salas do Centro Cirúrgico. Além disso, para completar as melhorias, o setor também recebeu novas mesas cirúrgicas e macas hospitalares. (Fonte: SECOM/PMB)

Published in Cidade
Desde o começo de novembro deste ano, o Hospital Municipal de Barueri (HMB) passou a fornecer remédios quimioterápicos para os seus pacientes. Após elaboração e viabilização do projeto, a medida, tomada pela Prefeitura de Barueri por meio da Secretaria Municipal de Saúde, garante, além do espaço físico e da equipe médica do hospital, a aquisição dos remédios necessários para o tratamento de câncer.
“Com essa mudança, o tratamento é oferecido totalmente pela Secretaria Municipal de Saúde e, assim, temos maior agilidade no fornecimento do tratamento e no aumento das opções terapêuticas em relação às medicações”, explica Ricardo da Fonseca, coordenador do setor de oncologia do HMB, que destaca três principais funções da quimioterapia: evitar que a doença retorne, diminuir o tamanho do tumor e acabar em definitivo com o tumor.
Existem vários tipos de quimioterapia, que podem ser ministradas via oral, pela veia e pelo músculo, e a frequência do tratamento pode ser semanal, quinzenal ou mensal, de acordo com o tamanho do tumor e com o grau de extensão da doença. Além da quimioterapia, alguns pacientes precisam de hormonioterapia e cirurgia, procedimentos que também são oferecidos pela unidade.
Na semana do Dia Nacional de Combate ao Câncer (27/11), o HMB comemorou a data com a satisfação dos seus pacientes sobre o setor de oncologia. “Agora está bem melhor. Eu faço o tratamento duas vezes por semana e, graças a Deus, até agora não faltou a minha medicação. Eu não tenho o que reclamar da equipe de oncologia. Todos são muito bons, legais e atenciosos”, comenta Maria Cristina Cardoso Dias, 48 anos, que faz tratamento de câncer no intestino grosso e nódulos no fígado.
“Se toda saúde de São Paulo fosse igual aqui, eu creio que teríamos uma mudança bem grande na saúde pública. Eu sou muito bem tratado neste hospital. Depois desta mudança então, não faltou mais medicação. Para nós, que estamos como pacientes, o tratamento é uma das coisas mais importantes”, comenta Vivaldo Pereira dos Santos, 63 anos, que faz acompanhamento para câncer no estômago. Morador de Barueri há 25 anos, Vivaldo reconhece que o serviço da unidade é muito satisfatório e diz conhecer várias pessoas que optam por alugar suas casas em outras cidades para se mudar para Barueri e aproveitar os benefícios da saúde.
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer é o conjunto de mais de 100 doenças que têm crescimento desordenado de células que determinam a formação de tumores malignos e invadem tecidos e órgãos. O câncer pode aparecer em órgãos como mama, próstata, fígado, pulmão e até na pele, inclusive o tipo câncer de pele não-melanoma é o mais frequente no Brasil, correspondendo a 30% de todos os tumores malignos.
Ainda com base nas informações do INCA, a quimioterapia, um dos tratamentos para combater o câncer, utiliza medicamentos que entram na corrente sanguínea para destruir as células doentes que formam o tumor e para impedir que se espalhem pelo corpo. (SECOM/PMB)
Published in Cidade

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.