Print this page
JORNALISTA É INJURIADO E AMEAÇADO POR CRITICAR LULA

JORNALISTA É INJURIADO E AMEAÇADO POR CRITICAR LULA Featured

 

Na última terça-feira, 21/11, ao comentar com uma outra pessoa a notícia sobre as fabulosas palestras do Lula, matéria que passava em um telejornal, fui interpelado por um servidor público de Osasco, conhecido por sua militância petista que, aos berros, começou a me ofender como pessoa e como profissional do Jornalismo, que com muito orgulho exerço há 40 anos, sempre defendo o respeito e a ética profissional.


Depois de proferir injúrias, difamação e calúnia, o tal servidor afirmou "que deveríamos lavar a boca ante de falar do Lula e que eu deveria tomar cuidado porque tem muita gente de olho em mim".

Por considerar isso uma ameaça e uma forma de amedrontar a quem opina, registramos um BO na Delegacia para futuras medidas judiciais cabíveis e que se fizerem necessárias.
Comunicamos o fato também à AmeCom (Associação Metropolitana de Comunicação), nas pessoas dos jornalistas Maurinho (Presidente da entidade), e Rodolfo Andrade (Presidente da AmeCom/Osasco), da qual sou vice-presidente. E como sempre, recebemos total apoio e solidariedade desses colegas dirigentes da AmeCom, que aparecem nesta foto ao meu lado e também dos colegas Euds Consoli Polito e Armando Gonçalves, todos membros da Diretoria da AmeCom.

 

Resolvemos, portanto, não divulgar por enquanto o local onde ocorreram os fatos. Repetimos, no entanto, que os detalhes foram registrados no referido Boletim de Ocorrência. Esperamos que isso tenha sido um caso isolado e não acreditamos que as lideranças petistas de Osasco, como o ex-prefeito Emidio de Souza, Aguimarães Caldas, presidente do Diretório Municipal, ou o ex-deputado João Paulo Cunha tenham quaisquer relações com a atitude desse militante. (Renato Ferreira)

000

About Author