Segunda, 10 Dezembro 2018 | Login
RECADO DAS URNAS:  Osasco se divide e quase fica sem representantes no Congresso e na Alesp

RECADO DAS URNAS: Osasco se divide e quase fica sem representantes no Congresso e na Alesp Featured

                        Segunda cidade do Estado do Estado de São Paulo, mais uma vez Osasco vota maciçamente em candidatos de fora e, por pouco, não fica sem                                                                                    representantes na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa

 

Por Renato Ferreira -

O saudoso e ex-governador de São Paulo, Mário Covas sempre se referia a Osasco como a "melhor esquina" do Brasil. E Covas tinha razão. Osasco tem uma locação privilegiada na região Oeste da Grande São Paulo, pois, é cortada pela linha férrea da CPTM, por quatro rodovias - Bandeirantes, Anhanguera, Castelo Branco e Raposo Tavares - além do Rodoanel Mário Covas, via expressa que interliga todas essas rodovias.

A partir dos anos 1980, por questões de logística, esta importante cidade paulista começou a mudar o seu perfil econômico. Apesar de ter ainda muitas indústrias, Osasco deixou de ser um pólo industrial para se transformar no maior pólo de prestação de serviços da região. Com cerca de 700 mil habitantes, apesar de ter apenas 66 quilômetros quadrados, hoje, Osasco é a segunda economia do Estado de São Paulo e a oitava do Brasil, superando até mesmo algumas capitais.

Porém, essa pujança econômica de Osasco, não reflete em força política nos cenários estadual ou federal. Mais uma vez, nas eleições do último 7 de outubro, mesmo com muitos candidatos da própria cidade, os eleitores locais preferiram votar mais em postulantes de fora e acabou elegendo apenas dois deputados estaduais e um a federal. E mesmo assim, um dos eleitos, apesar de ter ligação com a cidade, não tem domicílio eleitoral em Osasco. Num passado não muito distante, a cidade já teve dois e até três representantes nessas importantes Casas Legislativas do Brasil.

Por que isso acontece?

Alguns, ou vários fatores contribuem com essas características de Osasco, também observadas em outras cidades, mas, em menor escala. E dois deles são apontados como os principais motivos: a falta de união dos partidos nas eleições gerais em detrimento dos interesses da cidade e o grande número de candidatos, fato que acaba aumentando as chandes de candidatos de outras regiões.

Para os especialistas, isso só vai acabar com a implantação do voto distrital, que aumentaria a possibilidade de identificação do munícipe com o político eleito. E, com certeza, seria mais fácil para o eleitor cobrar de um eleito da própria cidade do que alguém que não ele conhece por mais atenção do seu mandato com a cidade.

Para Federal 

Renata Abreu

Renata Abreu (Podemos), reeleita deputada Federal, com 29.071 votos em Osasco


Com aproximadamente 540 mil eleitores, nestas eleições, Osasco registrou 15 candidatos a deputado federal, sendo um deles - Valmir Prascidelli (PT) - candidato à reeleição, e acabou não elegendo nenhum deles. Renata Abreu (Podemos), não tem o domícilio eleitoral em Osasco, mas, fez uma campanha intensa na cidade e foi reeleita, com quase 30 mil votos osasquenses. Ela é do mesmo partido do prefeito Rogério Lins.

Além de sua grande ligação com a cidade, Renata Abreu apresentou importantes emendas para o Município e acabou obtendo 29.071. Ele foi apoiada pelo prefeito Rogério Lins e por diversos vereadores, a maioria candidatos do próprio Podemos e de outros partidos. 

Em Osasco, os três primeiros candidatos a Federal com maiores votações foram: Eduardo Bolsonaro (PSL), com 30.456 votos; Renata Abreu (Podemos), com 29.071; e Joice Hasselmann (PSL), com 16.518 votos.

Votação geral
Valmir Prascidelli (PT) - 43.224
De Paula (PSDB) - 15.214
Didi (PSDB) - 6.862
Dr. Gaspar (PDT) - 5.467*
Profª. (PSB) - 3.576
Jô Antiório (PSD) - 3.230
Elias Bittencourt (Patriota) - 2.799
Tinha Di Ferreira (PTB) - 2.724
Rosemeire Martins (PODE) - 1.882
Altonomista Bezerra (PV) - 1.735
Sílvio Lopes (PROS) - 1.619
Ivo Lopes (PROS) - 1.260
Eliseu Lopes (Patriota) - 977
Tia Rosa (PV) - 634
Jesse Navarro (PV) - 337
(*Votos não computados - candidato indeferido com recurso)

Para Estadual 

Emidio de Souza

Ex-prefeito de Osasco, Emídio de Souza (PT), eleito deputado estadual 

Ataíde Teruel

Ataíde Teruel (Podemos), eleito deputado estadual
Já para a Assembleia Legislativa, Osasco registrou 24 candidaturas, elegendo apenas dois: o ex-prefeito Emidio de Souza (PT), com 65.898 votos; e o novato Ataíde Teruel (Podemos), com 58.136 votos. Mesmo assim, os dois eleitos para Assembleia Legislativa não foram bem votados na cidade.

O ex-prefeito Emidio obteve 23.154 votos na cidade, enquanto Ataíde Teruel não ficou nem entres os 10 primeiros, ficando abaixo dos 6 mil votos em Osasco. Sò o Podemos lançou oito candidatos a deputado estadual.

Os três primeiros com maiores votações em Osasco, foram: Janaína Paschoal (PSL), com 28.842, votos; Emidio de Souza (PT), 23.154; e Francisco Rossi (PR), com 18.494 votos.

Votação geral
Emidio de Souza (PT) - 65.898
Ataíde Teruel (PODE) - 58.136
Dr. Lindoso (PSDB) - 30.457
Claudio Piteri (PPS) - 24.961
Francisco Rossi (PR) - 24.533
Ralfi Silva (PODE) - 14.715
Daniel Matias (PRP) - 12.695
Alexandre Bussab (PSL) - 12.498
Delbio Teruel (PODE) - 12.087
Gelso Lima (PODE) - 10.795
Alexandre Castilho (PT) - 7.183
Kayque Verginio (PODE) - 5.774
Claudio Magno (PSL) - 4.592
Pelé da Cândida (PSC) - 4.152
Julião (PC do B) - 3.844
Carol Cerqueira (PTB) - 3.480
Dra. Régia (PDT) - 2.939
Geremias Nunes (PODE) - 2.097
Regiane Neves (PMB) - 1.832
Caio Pastori (PODE) - 1.270
Eduardo Dias (PDT) - 1.076
Marcelo Lins (PODE) - 981
Manelão Rocha (PSL) - 725
Pio 2000 (Patriota) - 420

000

About Author

Related items

  • IMPASSE: Exército impede acesso de equipes da prefeitura de Osasco a conjunto habitacional
     
    Nessa terça-feira, às 9 horas, a Prefeitura de Osasco enviará, novamente, suas equipes para realizar as obras de recapeamento na via de acesso ao Conjunto Habitacional Miguel Costa, construído em área anexa ao Exército, no bairro de Quitaúna, zona Sul da cidade.
    Na semana anterior, homens do Exército impediram o acesso dos caminhões, alegando que a via, ao lado do quartel, é para uso exclusivo das unidades militares.
    Entenda o caso
    .O Conjunto Miguel Costa é um projeto do governo federal em parceria com a Prefeitura e teve início em 2016. Na área onde os prédios foram construídos, havia uma comunidade carente, vivendo em moradias muito precárias.
    Essas famílias chegavam ao terreno pelo acesso de nível da estação de trem – onde há uma cancela – que dá acesso a uma via pública (entre o Quartel do Exército e a linha férrea)
    . O Conjunto Habitacional, construído para atender a demanda habitacional, abrigará a população que já morava na área, além de moradores do Rochdale e do Jardim Santa Rita.
    .Foram realizadas inúmeras reuniões entre Prefeitura e integrantes do Exército. A última reunião entre as partes ocorreu em outubro, onde foram apresentados os estudos da Prefeitura para acesso dos futuros moradores ao Conjunto Habitacional Miguel Costa:
    1 – construção de um túnel,
    2 – viaduto transpondo a Avenida dos Autonomistas e passando sobre a linha férrea, e
    3 – nova saída pela extensão da avenida Marginal (Avenida das Nações Unidas)
    A extensão da avenida mostrou-se como a alternativa técnica e financeiramente mais viável e rápida. Para a extensão dessa via seria necessário a seção de área da União/Exército de aproximadamente 340 metros de comprimento e 15 metros de largura.
    Prefeitura e Exército ainda não entraram em acordo, pois o Exército está relutante, alegando que ocupar o Conjunto Habitacional comprometeria a segurança da unidade militar.
    Para a execução da obra, o projeto foi aprovado em todas as instâncias competentes.
    Serviço:
    Recapeamento de via de acesso ao Conjunto Miguel Costa
    Dia: 4/12
    Local: Avenida dos Autonomistas, em frente ao quartel do Exército, em Quitaúna, em Osasco.
    Contato: Simone Trino (99952-0517) ou Olga Liota (98839-6164).
  • OSASCO: Exposição celebra os 50 anos da Escola de Artes César Antônio Salvi
     
     
    A Escola de Artes César Antônio Salvi está comemorando 50 anos de fundação. Para celebrar a data, a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria da Cultura, preparou uma exposição especial que ficará em cartaz no hall do Teatro Municipal Glória Giglio. A abertura acontece neste sábado, 01/12, às 18 horas, e segue até 08/12, com entrada gratuita.
     
    O visitante da exposição terá a oportunidade de revisitar os principais momentos da Escola de Artes desde a sua fundação. A escola mantém cursos gratuitos de: Teatro adulto e infantil - Dança do Ventre - Dança Livre – Jazz – Ballet - Músicas Atuais - Artes Plásticas, Desenho (iniciação, intermediário e avançado para criança, adolescente e adulto) - Pintura em tela - Introdução à Pintura - Aquarela - Desenho da Figura Humana - Processos Criativos na Arte Contemporânea – Caricatura – Modelagem – Escultura – Abstracionismo - História da Arte - Arte para Educadores - Ateliê Avançado.
    Além dos espaços destinados às aulas, dispõe ainda de um hall para exposições e eventos, e o Teatro Nivaldo Santana que abriga as apresentações de seus alunos e docentes, bem como atividades da comunidade artística local.
    A Escola de Artes César Antonio Salvi é uma instituição pública mantida pela Prefeitura de Osasco, através da Secretaria da Cultura (SC) e está situada na Rua Tenente Avelar Pires de Azevedo nº 360, no Centro. (Texto: Samuel Sanches - Foto: Ismael Francisco)
  • EDUCAÇÃO: Feira de Ciências agita alunos de Osasco

     

    A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Educação, realiza nesta terça-feira, 27/11, a Feira de Ciências - Desafios e Experiências - que faz parte do Plano de Governo do prefeito Rogério Lins.

    Trata-se de um trabalho realizado em parceria entre a Secretaria de Educação e o Instituto Ciência Hoje, pioneiro na divulgação científica no Brasil. Acompanhado do secretário de Educação, José Toste, o prefeito Rogério Lins, participou do evento, onde conversou com alunos e professores.

    Feira de Ciências 3

    A Feira conta com centenas de trabalhos e experiências realizados por alunos de 4° e 5° anos do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino de Osasco, nas mais diversas áreas de atividades. O evento tem como palco as dependências do Centro de Formação dos Professores.

    Feira de Ciências 2

    Notícias & Opinião passou por lá. Entrevistamos Rogério Lins que fala sobre a importância do evento, e o secretário José Toste que dá detalhes da Feira de Ciências. Pedimos desculpas pela qualidade do áudio. Gravamos pelo celular entre centenas de alunos eufóricos e ansiosos para apresentar seus belos trabalhos.

    Veja o vídeo aqui: https://www.facebook.com/orenatoferreira/posts/2054489851307911?

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.