Terça, 31 Março 2020 | Login
SAÚDE PÚBLICA: Secretaria de Saúde suspeita de coronavírus em Belo Horizonte

SAÚDE PÚBLICA: Secretaria de Saúde suspeita de coronavírus em Belo Horizonte Featured

A paciente chegou da China e está clinicamente estável.
A Secretaria de Saúde de Minas Gerais investiga suspeita do primeiro caso de Coronavírus no Brasil. Trata-se de uma mulher brasileira de 35 anos que esteve recentemente na cidade chinesa de Shangai e chegou a Belo Horizonte no dia 18 de janeiro com sintomas respiratórios compatíveis com aqueles associados ao coronavírus.
O caso é tratado como suspeito e não como uma confirmação. A paciente foi levada ao Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, e as medidas assistenciais para redução de risco foram tomadas. Segundo a secretaria, a paciente está clinicamente estável.
A paciente relatou à equipe de Vigilância em Saúde da secretaria que não esteve na região de Wuhan, na China, onde foram registrados casos de transmissão ativa da doença. O caso segue sendo investigado e os exames para confirmar ou descartar a possibilidade de se tratar do coronavírus estão em andamento.
Apesar da investigação feita pela secretaria em Minas Gerais, o ministério da Saúde disse, em nota, que o caso “não se enquadra na definição de caso suspeito”. Ao fazer essa afirmação, a pasta considera o fato da paciente não ter estado em Wuhan.“De acordo com a definição atual da Organização Mundial de Saúde (OMS), só há transmissão ativa do vírus na província de Wuhan”.
O ministério também esclareceu que está monitorando a situação e outras medidas cabíveis serão tomadas assim que a OMS definir a situação de emergência. Os sinais e sintomas clínicos do coronavírus, também chamado de pneumonia indeterminada, são, principalmente, febre, dor, dificuldade em respirar em alguns pacientes e infiltrado pulmonar bilateral. (Fonte: Estado de Minas e Portal UAI)
000

About Author

Related items

  • PANDEMIA: Governo envia 39 milhões de itens de proteção individual aos estados
    Luvas, máscaras cirúrgicas, aventais e outros equipamentos de proteção serão utilizados por equipes médicas no atendimento de pacientes com covid-19.

    Nesse momento de fake news, politicagem e pânico, notícias como esta servem para mostrar um pouco mais do que, de fato, as autoridades brasileiras estão fazendo para combater o novo coronavírus. O Ministério da Saúde comprou e está enviando 39,4 milhões de EPIs (equipamentos de proteção individual) aos estados para equipes de saúde que trabalham na rede pública no atendimento a pacientes com covid-19.
    O R7 obteve, com exclusividade, um detalhamento dos itens. São 24 milhões de luvas para procedimento não cirúrgico, 14,2 milhões de máscaras cirúrgicas, 742 mil aventais, 290 mil toucas hospitalares, 100 mil sapatilhas e 60 mil óculos de proteção.
    Além disso, os estados estão recebendo também 100 mil unidades de álcool etílico de 100 ml e outros 68,9 mil frascos de 500 ml. A distribuição leva em conta a situação de cada estado.
    São Paulo, por exemplo, que tem o maior número de casos até o momento, vai receber 3,48 milhões de luvas e 3,10 milhões de máscaras.
    Além disso, o governo está em processo de compra de mais 200 milhões de máscaras cirúrgicas, 40 milhões de máscaras N95, 240 milhões de luvas, 40 milhões de aventais, 80 milhões de aventais impermeáveis, 1 milhão de sapatilhas, 120 milhões de toucas, 1 milhão de óculos de proteção, 200 mil protetores faciais, além de 1 milhão de frascos de álcool etílico de 500 ml e a mesma quantidade em frascos de 100 ml. (Fonte: R7)
  • NOTÍCIA BOA: Quase 146 mil pessoas estão curadas do novo coronavírus no mundo
    No geral, a mídia deveria noticiar também os avanços no combate à doença, além dos que já se curaram. Isso ameniza o pânico diante dos números de casos e mortes.
     Diante de tantas notícias ruins a respeito da pandemia do novo coronavírus, uma boa notícia: de acordo com levantamento divulgado neste domingo, 29/03, já são 145.696 casos de pessoas completamente curadas da Covid-19 em todo mundo. Os dados foram coletados pelos Centros de Ciência e Engenharia de Sistemas da Johns Hopkins Whiting School of Engineering.
    O número de diagnosticados ao redor do planeta chega a 684.652 casos oficiais em 176 países – vale destacar que esta pode ser uma fração dos infectados, que podem ser assintomáticos ou simplesmente não terem sido testados. São 32.113 mortes ao todo, até o momento.
    Os Estados Unidos agora têm o maior número de casos no mundo, com 124.763 casos e pelo menos 2 191 mortes. A China, onde o vírus foi detectado pela primeira vez em dezembro, tem 82.120 casos e 3.304 mortes. A Itália, epicentro da pandemia na Europa, tem mais casos do que a China, um total de 92.472, e 10.023 mortes. A Espanha tem 78.797 casos e 6.528 mortes. (Fonte: Jovem Pan)
  • PANDEMIA: Politicagem e sensacionalismo; falta de humanidade

     

    Por Renato Ferreira - 

    Além da politicagem feita em cima do coronavírus, uma desgraça mundial, agora, começa o sensacionalismo que, infelizmente, muitos brasileiros adoram ver e curtir.

    Hoje, vi nas redes sociais a foto de um homem com máscara caído no Metrô de Itaquera, com a seguinte manchete: "Homem morre de coronavírus na estação do Metrô". Certamente, uma imagem triste, mas, que só faz aumentar o medo e o pânico causado pela doença.

    Daqui a pouco, a internet vai estar pior que o antigo jornal Notícias Populares, com fotos de mortos em todo canto e afirmando que todos são vítimas do coronavírus. O que pode não corresponder à realidade.

    Em minha opinião, que trabalhei muito tempo em editoria policial, porém, sempre tendo cuidado pra não expor para a população e leitores imagens fortes de tudo que presenciava, é muito triste essa falta de humanidade e empatia.

    Mas, infelizmente, tem gente que gosta desse tipo de imagem e até diz que não tem problema nenhum a internet mostrar a "realidade". Para essas pessoas, o importante é "sair na frente" com uma foto "sensacional".

    Mas, tenho certeza, que se a vítima for um parente dessa pessoa, ela não vai gostar de ver o corpo de seu ente querido, exposto como se fosse de um animal qualquer. (O jornalista Renato Ferreira é editor do Portal Notícias & Opinião)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.