Print this page
João Doria seria o JK do século 21?

João Doria seria o JK do século 21? Featured

Por Renato Ferreira - 

 

Pode ser ainda muito cedo para se fazer comparações, mas, o jeito de fazer política e administrar com otimismo, audácia e coragem, em minha opinião, mostra que o prefeito de São Paulo, João Doria, tem muitas semelhanças com Juscelino Kubitschek, o inesquecível Presidente JK. Só esperamos que o Doria não tenha o mesmo fim do político mineiro, que morreu num acidente automobilístico de causas muito duvidosas. Hoje, muitos políticos gostam de se comparar a JK, mas, a maioria deles não é digna dessa comparação.

Doria com o povo

Assim como João Doria, JK começou também como prefeito de Belo Horizonte. Ele mudou a cara de BH, que passou a crescer de forma mais planejada. Foi governador de Minas Gerais e Presidente da República, quando então deixou na história do Brasil a marca de um gestor público resposável, que administrava com planejamento pensando no futuro. Com determinação cumpriu o seu plano de governo: 50 anos em 5.

JK com o povo

E assim como Doria, JK soube também usar todos os meios de comunicação de sua época para fazer um marketing contagiante. O importante é saber, no entanto, que somente o marketing não resolve. Quaqluer propaganda de sucesso tem que vir acompanhada de um produto de qualidade. E tanto em JK, como em Doria, a gente vê que não se trata de propaganda enganosa.

JK foi acusado de ter aumentado a inflação durante a construção de Brasília, mas, com certeza, todos os presidentes que o sucederam também aumentaram a inflação, sem construir nada. Ao contrário, além da inflação, aumentaram também a corrupção e a desgraça ao povo brasileiro.

Brasilia

Sem dúvida, JK fez um verdadeiro milagre. Construiu a nova Capital em pleno sertão de Goiás. E levou, sim, o desenvolmento para o Centro Oeste, uma região até então, desconhecida e atrasada. O que seria hoje o Brasil sem Brasília e sem a onda desenvolvimentista implantada por JK? E, se hoje, Brasília está cercada de cidades pobres e de favelas em seu entorno, a culpa não é Juscelino Kubitschek e, sim, dos administradores imcompentes e corruptos que vieram depois dele.

São Paulo

Então, vejo em João Doria muito do dinamismo e da coragem de JK. O jovem prefeito paulistano está mudando a cara de São Paulo, uma cidade que, ao longo das últimas décadas, veio perdendo as suas características e sua beleza, tornando-se numa cidade suja e com um crescimento totalmente desodernado.

Oxalá que João Doria continue nesse pique e siga mesmo os passos de JK. Ele já foi eleito prefeito e, agora, muitos já o indicam como candidato a governador do Estado. Quem sabe que neste século não tenhamos também um novo JK para mudar também o Brasil, que se transformou num país sem rumo nos últimos anos? Torcemos por isso! (Renato Ferreira)

000

About Author