Domingo, 21 Janeiro 2018 | Login
Ex-ministro da Dilma e Temer é preso pela Lava Jato

Ex-ministro da Dilma e Temer é preso pela Lava Jato Featured

Trata-se do ex-deputado Federal e ex-presidente da Câmara, Henrique Alves, que foi ministro do Turismo nos governo Dilma e Temer, acusado de corrupção na construção da Arena das Dunas, em Natal (RN). É mais um político de renome do Brasil que as novas Arenas da Copa de 2014 mandam pra cadeia.

 

Depois das prisões dos ex-governadores do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM) e Agnelo Queirós (PT), detidos coercitivamente para depor sobre acusação de propinas na construtção da Arena Mané Garrincha, em Brasília, agora, foi a vez de outra Arena da Copa de 2014, no Brasil, levar outro político brasileiro a ser preso pela Polícia Federal. Na manhã desta terça-feira (06/06), na operação Manus, a Polícia Federal prendeu o ex-deputado Federal e ex-presidente da Câmara, Henique Eduardos Alves (PMDB-RN), acusado de corrupção na construção da Arena das Dunas, em Natal, Rio Grande do Norte. Os ex-governadores do Distrito Federal foram detidos na operção Panatenaico, um referência ao Stadium Panatenaico, sede dos jogos do mesmo nome, realizadas na Grécia Antiga. Beneficiados por um hábeas corpus eles foram soltos beneficiados e respoderão o inquérito em liberdade.

 

Membro de família tradicional na política potiguar, Henrique Alves foi deputado Federal por 11 mandatos consecutivos e ocupou também o cargo de ministro do Turismo nos governos de Dilma Roussef (PT), que perdeu o mandato em 2015, e do seu vice, que assumiu a Presidência da República, Michel Temer (PMDB). A operação Manus é um desdobramento da Lava Jato que investiga o mega esquema de corrupção na Petrobras, sob o comando do juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR). Ele ocupou a presidência da Câmara dos Deputados entre 2013 e 2015. Outro ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também foi atingido por mandado de prisão na ação de hoje. Mas, Eduardo Cunha já encontra-se preso na Polícia Federal de Curitiba,

 

acusado de vários crimes na Lava Jato.

 

Elefantes brancos

 Arena das Dunas

 Como nas outras Arenas construídas para a Copa de 2014, os times do Rio Grande do Norte não têm torcida suficiente para manter a Arena das Dunas, em Natal

 

Todas as construções das quatro novas Arenas para a Copo do Mundo no Brasil - Mané Garrinha (Brasília), Pantanal (Cuiabá), Are. na Amazônia (Manaus), e Arena das Dunas (Natal) - estão sendo investigadas pela operação Lava Jato. Mesmo antes da realiação do Mundial, esses quatro novos estádios em cidades, que tracionalmente nunca tiveram futebol que jusficasse suas construções, já levantavam suspeitas de superfaturamento. Após a Copa, essas novas Arenas se transformaram em verdadeiros elefantes brancos. O quinto estádio novo construído exclusivamente para a Copa do Mundo de 2014, que foi a Arena do Corinthinas, em Itaquera, também é objeto de investigação da Lava Jato.

A operação Manus, da PF, investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas. Segundo as investigações, há indícios de sobrepreço, que pode alcançar R$ 77 milhões. Henrique Alves e Eduardo Cunha são suspeitos de receber propina para favorecer duas construtoras que participaram da construção do estádio. Conforme o processo na Policia Federal, a propina teria sido paga através de doações oficiais entre 2012 e 2014. O dinheiro, que se destinaria a campanha eleitoral, pode ter sido usado também em benefício próprio dos acusados.
Os investigados vão responder por crimes de corrupção ativa e passiva e de lavagem de dinheiro. No total, são 33 mandados que a PF cumpre no Rio Grande do Norte e no Paraná: cinco de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão. (Renato Ferreira com informações do Estado de Minas/site UAI)
 
CurtirMostrar mais reações
Comentar
Comentários
 
Renato Ferreira
Escreva um comentário...
 
000

About Author

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.